Enfermagem é Debatida na Câmara de Socorro

24 maio
Por: João Carlos Lima 0 0

Enfermagem é Debatida na Câmara de Socorro

Em audiência pública solicitada pelo vereador Leo Rocha, o plenário da câmara abriu espaço para debater a enfermagem no estado de Sergipe e no município de Nossa Senhora do Socorro. O presidente do conselho regional, Conrado Marques, destacou a importância da valorização dos profissionais de saúde que trabalham na área de enfermagem e fez questão de lembrar de Cilene Cabral, que foi a primeira enfermeira vítima da covid-19 no estado de Sergipe e se transformou em um marco nos cuidados que todos os profissionais de saúde passaram a ter após a morte da profissional que fazia parte da rede municipal de saúde de Nossa Senhora do Socorro.

Esse tema tão importante foi trazido para o plenário da câmara em comemoração a Semana da Enfermagem que acontece anualmente acontece de 12 a 20 de maio em todo o Brasil. O sindicato da enfermagem foi representado pela vice-presidente Gabriela Pereira que pediu o reconhecimento da categoria de uma forma geral. O presidente do SINTASA, sindicato dos trabalhadores da área de saúde do Estado de Sergipe, lembrou que vários profissionais da enfermagem recebem apenas um salário mínimo e pediu a valorização financeira para quem cuida diariamente da vida dos sergipanos.

Por fim, o marido da enfermeira Cilene Cabral Carvalho Chagas, Antônio Sérgio Chagas agradeceu a homenagem à esposa e lembrou da dedicação que ela tinha no trabalho da enfermagem e principalmente no combate à covid-19. Ressaltou o legado que a enfermeira Cilene deixou no estado de Sergipe e cobrou publicamente o pagamento da indenização que a família tem direto e quase dois anos depois ainda não recebeu por parte da prefeitura de Socorro.

Skip to content